Se gostou, compartilhe!

Antigamente uma praia essencialmente diurna, quando a noite pertencia a Praia do Meio. O Morro do Careca, assim chamado devido à área descoberta de sua copa, é o principal cartão postal e verdadeiro símbolo da cidade, estava sempre repleto de banhistas e turistas, subindo e descendo continuamente em um árduo, mas prazeroso feito.
Em frente ao Morro do Careca as águas acalmadas pela geografia em forma de bacia, abrigam banhistas que buscavam relaxar, segurança para crianças e paraíso para os namorados.

Mais adiante águas mais agitadas fornecem as desejadas ondas dos surfistas. Em todas as partes pequenos barcos e jangadas de pescadores que trabalham dia e noite, para o sustento de suas famílias.

Em alguns anos o morro foi perdendo altitude, e a área descoberta ganhando espaço. Fez-se necessário então interditar o local, proibindo assim o sobe e desce no cartão postal, que certamente desapareceria sem preservação.
A medida é, sem dúvida,
necessária, mas triste, fazendo
com que a praia perdesse um
pouco de seu encanto. Para
amenizar a situação, o Morro do
Careca é decorado, nas festas
natalinas, com uma gigantesca
árvore de Natal.

No passado, o Morro do Careca não era tão careca assim…

A areia era disputada entre muitas dezenas de barracas comerciais, que apesar de fornecer alimento e bebidas aos turistas, já dificultavam a caminhada beira-mar. Mas uma vez uma intervenção se fez necessária, desta vez retirando todas as barracas e construindo o atual calçadão. Nessa transição a praia foi quase descartada dos roteiros, mas o resultado foi, sem dúvida, satisfatório.

Hoje a Praia de Ponta Negra é também um point de encontro noturno, com diversos bares, clubes e restaurantes com música ao vivo, ótima iluminação, segurança e comércio. Turistas internacionais se fazem presentes diariamente, principalmente italianos. O Foot Voley tem hora, local e atletas certos. As pousadas beira-mar crescem em ritmo acelerado.


Se gostou, compartilhe!